Pergunta da semana - XV

Lembram-se deste post?
O Swadharma comentou:

"Eu acho que há mentirinhas inofensivas... Quando mentimos, digo eu, devemos ter a percepção que a mentira compensa. Por evitar discussões inúteis, por evitar problemas,por evitar mal entendidos... mas ACIMA DE TUDO, devemos ter a percepção que por mais pequena e insignificante que seja a mentira, não põe em causa a o outro.
Por exemplo... A minha ex namorada tinha uns CIUMES TERRÍVEIS de uma rapariga com quem namorei aos 16 anos. Uma vez fomos ao Fórum, passámos por ela dissemos um 'Olá'.
"Quem era?" perguntou a minha ex! "Uma amiga que já não via há uns tempos" Não é bem, bem uma mentira... foi uma pequena ocultação de factos que fez com que o dia não ficasse estragado. E mais... ela (a tal dos 16 anos) trabalhava no Fórum e eu também! Se a minha ex soubesse que era ela, a partir dali, por muito que lhe explicasse que não havia nada entre nós, ela iria andar todos os dias a pensar e falar naquilo.
Eu sabia disso!
Assim evitei tudo isso. Acho que foi uma mentirinha insignificante =) Não achas?"

Vocês, o que acham?

*
Com a devida autorização do autor.

10 Opiniões Sinceras:

Daniela disse...

Bem, eu concordo com ele. Acho que a mentira foi insignificante. Aliás, eu não lhe chamaria insignificante e se calhar também não lhe chamaria mentira. Talvez antes chamasse de "ocultação de informação".
E neste caso acho que não teve mal nenhum pois evitou alguns problemas e também que a ex-namorada ficasse a matutar no assunto.
Claro que quando estas ocultações de informação são descobertas, normalmente não são bem compreendidas.

Mas eu penso que não é grave fazer algo assim de vez em quando, só para evitar alguns problemas. Eu faço-o. E geralmente corre tudo bem.

bjinho

Marlene Fernandes disse...

“Existem verdades que a gente só pode dizer
depois de ter conquistado o direito de dizê-las.”
(Jean Cocteau)


Nietzsche dizia: “Não pretendo ser feliz, mas verdadeiro”. Abro mão da verdade plena e da minha felicidade, para ver feliz quem amo.(autor desconhecido)

Miss Complicações disse...

Não considero que a mentira seja uma boa solução para o que quer que seja.
Já a ocultação de pormenores pode evitar determinadas situações. Acho que pequenas "ocultações" não colocam em causa aspectos como a confiança, já a mentira, por mais pequena que seja, é sempre mentira.
Como costumo dizer: "Não minto. Oculto"

Puzz disse...

bem... quando se confia não é necessário estas mentiras "piedosas"...
não gosto de mentiras. não quero atraiçoar a confiança que depositam em mim!

Charlotte disse...

Depende muito da situação e da pessoa a quem se mente. Neste caso do Swadharma, achei uma mentira insignificante...que não prejudica.

Mas há que ter cuidado com as mentiras, pois quem tem o hábito de mentir, mesmo que sejam mentiras insinificantes, acaba por ficar viciado nisso e enganar e magoar muita gente à sua volta.

Eu sou pela verdade, mas naquelas situações em que certas pessoas querem saber demais, aí pode-se ocultar o que não se quer dizer.
Não contar tudo não é sinónimo de mentir...

Beijinhos...já agora, gostei do teu blogue!

S* disse...

Existem mentiras piedosas que não prejudicam a relaçao. É o caso.

Mas se a gaja descobrisse, estavas lixado. :P

Aninhas disse...

No caso descrito até concordo... Se bem que o facto de ela ser assim tão ciumenta ao ponto de ele ter que mentir não é bom... Numa relação tem que haver confiança, senão não resulta...
Mas, acho que já todas as pessoas ocultaram qualquer coisa a alguém... Somos humanos não é?

Bjx

P.S. - Gostei do teu blog :-)

Miss G disse...

Mentir/ocultar traz sempre maus resultados, quer revelemos a verdade por iniciativa própria mais tarde ao acto de mentir ou quer sejamos apanhados pelo outro/a. Entao surgirá o fantasma da falta de confianca e amigos.
Eu já menti e mentirei e penso que ninguém é completamente verdadeiro, pois evitam-se assim desgastes necessários numa relacao que se relacionam com osm defeitos/feitios do outro (ciumento/a, inseguro/a, etc).
Daí que quando se coloca este tipo de perguntas, nao se deva abusar da sorte e indagar demais. Vezes haverá em que seremos nós a responder e a evitar explicacoes.

disse...

Percebo a atitude dele, mas, se fosse comigo preferia saber a verdade. Mas porque não sou de arranjar cenas...acho que é uma questão de adaptação à pessoa que temos ao nosso lado.

Ana disse...

Eu opto por dizer sempre a verdade ao meu namorado. Pelo menos ao actual, já que antes não era bem assim! lol :) Mimo no meu blog.

 
Template by suckmylolly.com - background image by elmer.0